Projetos a Decorrer


Seis Revoluções da Era Moderna (iniciado em 2020)
Coordenadores:  João Carlos Espada (IEP-UCP), Luiz Felipe Pondé (LABÔ PUC-SP)


Projeto em parceria com o LABÔ, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

O projeto surge na sequência de projetos anteriores desenvolvidos pela LICEO, onde são analisadas em abordagem comparativa as Revoluções Inglesa (1688), Americana (1776), Francesa (1789), Portuguesa (1820), Brasileira (1889) e Russa (1917), sob a coordenação dos Professores João Carlos Espada e Luiz Felipe Pondé, e com a participação dos Professores Carlos Marques de Almeida, Orlando Samões, João Pereira Coutinho, José Tomaz Castello Branco e Bruno Garschagen, assim como alunos do IEP e do LABÔ. A este projeto está associado um seminário a decorrer no 2º Semestre de 2020/2021. 


The promotion of freedom, globalisation, enterprise and civil society in 21st  century Catholic social teaching (iniciado em 2018)
Coordenadores: Philip Booth (St. Mary’s University, London), André Azevedo Alves (IEP-UCP)


Projeto em parceria com a St. Mary’s University, London e em cooperação com a Universidade Católica de Moçambique, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Brasil), o Instituto Superior Politécnico Jean Piaget de Benguela (Angola) e o Instituto Democracia e Desenvolvimento (Cabo Verde).

O projeto pretende promover uma melhor compreensão de como a Doutrina Social da Igreja e o pensamento a ela associado se podem relacionar com a economia de mercado e com o fornecimento de serviços de bem-estar social através de mecanismos não estatais. Mais informações sobre este projecto aqui.


The Rising Authoritarian Powers: Contemporary Challenges to Democracy (iniciado em 2020)
Coordenadores: William Hasselberger e Francisco Proença Garcia (IEP-UCP)


Lançado em 2020, o projeto nasce da necessidade de entender as novas forças autoritárias que exercem influência no mundo democrático. A investigação desenvolvida tem como principal objetivo pensar os desafios associados às atuais democracias liberais em diversas dimensões associadas a novas tecnologias, política económica, campanhas de desinformação e interferência estrangeira. O projeto investiga não apenas desafios autoritários em Portugal e na União Europeia, mas também de que modo forças autoritárias influenciam processos de democratização e desenvolvimento económico na África Lusófona. Para além de envolver a comunidade académica, o projeto estende-se a jornalistas, ONG’s, think tanks e demais interessados em compreender os mecanismos que protegem e desafiam a democracia. Mais informações aqui.


SACRU: Strategic Alliance of Catholic Research Universities (participação CIEP iniciada em 2020)
Investigadores Participantes: André Azevedo Alves e William Hasselberger (IEP-UCP)


Desde Outubro 2018, a Universidade Católica Portuguesa integra a rede SACRU em conjunto com sete Universidades Católicas de todo o mundo: Boston College nos EUA; a PUC no Rio de Janeiro; a Universidad de Ramon Llull, em Espanha; a Università Cattolica del Sacro Cuore, em Itália; a PUC – no Chile; a Australian Catholic University, na Austrália e a Sophia University no Japão. Desde 2020, o Prof. André Azevedo Alves é membro do grupo de trabalho sobre respostas ao COVID-19 e o Prof. William Hasselberger investiga questões relacionadas com a ética da Inteligência Artificial no contexto do SACRU.


Artificial Intelligence and the Common Good (iniciado em 2020)
Coordenadores: William Hasselberger (IEP-UCP), Pedro Simas (UCP)


Projeto em parceria com universidades pertencentes à International Federation of Catholic Universities (IFCU), das quais se destacam Boston College (Massachusetts), Catholic University of America (Washington D.C), University of Notre Dame (Indiana) e Australian Catholic University.

O projeto procura dar um conteúdo mais substantivo a um ideal de relação humano-inteligência artificial, que salvaguarde e fortaleça habilidades e capacidades distintamente humanas; que respeite a dignidade da pessoa humana, por contraste com uma relação homem-máquina que substitui processos mecânicos por julgamento humano, laços sociais e arbítrio, e serve o interesse de uma pequena elite tecnológica. Julga-se que tradição intelectual Católica, pela sua concepção de pessoa humana, pode expandir e aprofundar a noção de Inteligência Artificial 'centrada no ser humano'. Uma entrevista sobre os temas abordados neste projeto dada pelo Professor William Hasselberger no contexto da Federação Internacional de Universidades Católicas está disponível aqui


As Relações Transatlânticas no Mundo pós-Covid 19 (iniciado em 2021)
Investigadora Participante: Lívia Franco (IEP-UCP)


Tal como em outras áreas da vida humana, também na cena internacional a pandemia da Covid-19 veio aprofundar e dar destaque a tendências já em desenvolvimento. Essas alterações parecem ter-se acelerado no que toca aos arranjos cooperativos transatlânticos. É verdade que aquela que é a relação multilateral mais complexa e multidimensional da política internacional, há muito estava sob pressão. Mas foi a Covid-19 que confirmou o fim do longo ciclo dos arranjos pós-Segunda Guerra Mundial, exacerbando as tensões pré-existentes e questionando definitivamente o eixo central da chamada Ordem Liberal. E agora? Até que ponto estarão a nova administração norte-americana e os governos dos países europeus empenhados em assumir os termos de uma renovada relação transatlântica?


Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (iniciado em 2013)
Investigador Participante: André Azevedo Alves (IEP-UCP) 


O projeto é uma iniciativa da APFN que assenta no princípio de que a família é um marco de coexistência e coesão social insubstituível para a vida e o bem-estar da população. Neste contexto, visa identificar e promover medidas cuja adoção nos planos locais estimule o exercício das responsabilidades familiares com maiores e melhores garantias, favorecendo a existência de mais famílias estáveis, saudáveis e funcionais. As medidas concretas a adotar sugeridas no Quadro de Referência Para uma Política de Família das Autarquias Familiarmente Responsáveis estão no âmbito de: Apoio à Maternidade e Paternidade, Apoio às Famílias com necessidades especiais; Serviços Básicos; Educação e Formação; Habitação e Urbanismo; Transportes; Saúde; Cultura, Desporto, Lazer e Tempo Livre; Cooperação, relações institucionais e participação social. Mais informações aqui.


O Oceano do (meu) futuro (iniciado em 2021)
Investigadora Participante: Sónia Ribeiro (IEP-UCP)


Projeto em parceria com  o Fórum Oceano, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), GCE Ocean Technology e Colégio Valsassina.

O principal objetivo do projeto é criar nos jovens uma atitude e comportamento pró- ativos face aos desafios que os Oceanos e os seus usos sustentáveis enfrentam, bem como as oportunidades e desafios no (seu) futuro profissional. O projeto centrar-se-á em sectores-chave do Crescimento Azul: i) aquacultura e indústria do peixe; ii) biotecnologia azul; iii) tecnologia marítima; iv) desportos aquáticos; v) ambiente marinho, sustentabilidade e biodiversidade e vi) ciências sociais (políticas públicas, economia e direito).


GLOBOCEAN Avaliação Global do Oceano para gestores e decisores  (Iniciado em 2020)
Investigadora Participante: Sónia Ribeiro (IEP-UCP)


Projeto em parceria com a Universidade do Algarve – CIMA e a United by the Sea.

O projeto tem como objetivo dar a conhecer, de forma simples mas adequada e correta, as grandes variáveis e o quadro geral da Ocean Assesment a partir das quais se podem definir melhor quaisquer Planos de Ação para a ação económica, social ou ambiental que se relacionem com o uso e a conservação do Oceano. O projeto propõe-se, assim, colmatar a lacuna existente na produção do conhecimento vertido no relatório Ocean Assesment e o seu conhecimento e apropriação por parte dos seus destinatários últimos, através da criação e compilação de uma coleção de fichas de informação temáticas seguindo os tópicos essenciais do relatório, e da realização de filmes infográficos ilustrativos e de acessibilidade acrescida para policy makers e por diferentes públicos que possam ser depois partilhados abertamente e difundidos amplamente na sociedade.


PPE Network: Politics, Phylosophy  (iniciado em 2016)
Coordenadores: William Hasselberger e Orlando Samões (IEP-UCP)


Por intermédio do Professor William Hasselberger, o CIEP integra a rede internacional liderada pela Universidade do Arizona (Center for the Philosophy of Freedom) com o objetivo de refletir sobre o desenvolvimento da área interdisciplinar de PPE (política, filosofia e economia) e de promover novas oportunidades de colaboração em investigação e formação avançada. Para mais informações, clique aqui.

 

Projetos Anteriores


A Presidência Portuguesa do Conselho da UE (2020)
Investigadora Participante: Lívia Franco (IEP-UCP)


Projeto desenvolvido pelo European Council of Foreign Relations e a Fundação Calouste Gulbenkian.

O projeto teve como objetivo identificar e analisar as linhas fundamentais do plano para a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia no primeiro semestre de 2021. Do estudo, destaca-se a possibilidade de Portugal colaborar no desenvolvimento de uma estratégia de política externa que assegure à União um papel de liderança global face a uma restruturação ordem internacional fortemente influenciada pela competição EUA-China. A presidência portuguesa terá também como objetivo desenvolver as relações com o Reino Unido após o Brexit, fortalecer laços com África e com a Índia, reforçar o combate às alterações climáticas, às desigualdades sociais e apoiar a transformação digital. Estudo completo aqui
 

Beliefs, Values and Worldviews at Work (2018-2019)
Coordenadores: Maria Power (Blackfriars, Oxford), Christopher Baker (Goldsmiths University of London), André Azevedo Alves (IEP-UCP)


A Universidade Católica Portuguesa, através de uma parceria entre o CIEP e o CESOP, associou-se ao investigador líder do projeto Christopher Baker (Goldsmiths University of London) e à investigadora Maria Power (Blackfriars, Oxford) para um projeto de investigação internacional no qual o Prof. André Azevedo Alves participa enquanto investigador sénior. O projeto sobre crenças, valores e visões do mundo no trabalho e o seu impacto no local de trabalho é financiado por uma British Academy Grant. Mais informações aqui.
 

Portugal e o Multilateralismo (2019)
Investigadora Participante: Lívia Franco (IEP-UCP)


Projeto desenvolvido pelo European Council of Foreign Relations e a Fundação Calouste Gulbenkian. 

O projeto teve como objetivo estudar a relação Portugal-União Europeia (UE), com base numa avaliação crítica da percepção dos portugueses face à UE. Das principais conclusões do estudo destaca-se que, apesar da onda de eurocepticismo após o resgate financeiro de 2011, os portugueses acreditam que o seu futuro passa por estarem ligados à Europa. Embora reconheçam os benefícios económicos da adesão à União, entendem-na como um projeto que não se limita a este domínio: valorizam o multilateralismo e esperam que a integração Europeia lhes permita enfrentar os desafios da globalização. Estudo completo aqui.


Orçamento, Economia e Democracia (2016-2018)
Coordenador: Abel Mateus 
Investigadores participantes: André Azevedo Alves, Catarina Leão, Francesco Franco, José Tavares, Rita Calçada Pires


Um projeto patrocinado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, começou em 2016, coordenado pelo Prof. Abel Mateus (University College London) e que, para além da colaboração do CIEP na área da Ciência Política, conta também com a colaboração de investigadores da Nova School of Business and Economics. O seu principal objetivo é analisar a arquitetura institucional que melhor assegura a eficácia e a transparência na formulação da política fiscal em Portugal, procurando respostas sobre como melhorar a forma como os fundos são alocados e geridos em Portugal. Para ler o relatório completo, clique aqui.



The Three Revolutions of the Modern Era (1688, 1776, 1689)
Coordenadores: João Carlos Espada, Orlando Samões e Carlos Marques de Almeida  (IEP-UCP)


Seminários de investigação, uma iniciativa da linha de investigação LICEO – European and Western Civilization: Origins, Distinguishing Features, Present Challenges – onde os alunos se encontravam regularmente para apresentar e discutir leituras sobre um determinado tópico fornecidas anteriormente.


Pós-graduação em Sea Science and Business Administration
Coordenadora: Sónia Ribeiro (IEP-UCP)


LIAM-Maria Scientia, a linha de investigação do CIEP em assuntos marítimos, organizou em parceria com outras unidades da Universidade Católica Portuguesa e com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa um programa de ensino pioneiro nas áreas da Ciência, Gestão e Administração Marítima.


Conservation and Progress: a Comparative Study in European Transitions
Coordenadores: André Azevedo Alves e Lívia Franco (IEP-UCP)


Um projeto de investigação que começou em 2015 em colaboração com a Universidade Católica Pázmany Peter de Budapeste e no qual os investigadores se reuniram em dois seminários de investigação: um em Budapeste (Maio 2015) e outro em Lisboa (Outubro 2016).


European Foreign Policy Scorecard
Coordenadora: Lívia Franco (IEP-UCP)


Uma colaboração no desenvolvimento do European Foreign Policy Scorecard, uma ferramenta desenvolvida pelo European Center for Foreign Relations no sentido de fornecer uma avaliação sistemática sobre o desempenho das instituições Europeias em lidar com o resto do mundo em cerca de 80 áreas de temas políticos.