Associação Académica do Instituto de Estudos Políticos

AAIEP (Associação Académica do Instituto de Estudos Políticos) tem os seguintes fins:

  • Representar os estudantes do IEP-UCP e defender os seus interesses dentro e fora da Universidade Católica Portuguesa, doravante designada por UCP;
     
  • Promover a integração e participação dos estudantes IEP-UCP na vida académica do IEP-UCP e da UCP;
     
  • Contribuir para a formação cívica, física, cultural e científica dos estudantes do IEP-UCP;
     
  • Criar ligações entre os estudantes do IEP-UCP e o mundo não-académico;
     
  • Reforçar os laços entre todos os estudantes da UCP. 
     

Direcção da AAIEP 2022/2023

Direção da AAIEP 2022/2023

Presidente - Rafaela Guimarães 
Vice-Presidente - Margarida Paim
Vice-Presidente - Bruno Lencastre
Secretário-Geral - Tomás Pires
Tesoureiro - Martim Dinis
 

Mesa da Assembleia Geral

Presidente - Francisca Cosme Ferreira
Vice-Presidente - Isabella Baltazar
Secretário - Francisco Guimarães
 

Conselho Fiscal

Presidente - Joana Fernandes
Vice-Presidente - Constança Martinho
Secretária - Sara Gíria

 

Departamentos e Respectivos Vogais

Departamento de Eventos:
Afonso Moura Pinheiro e Guilherme Mateus

Departamento de Comunicação e Imagem:
Margarida Nóbrega 

Departamento Desporto:
Rodrigo Cordeiro

Departamento de Erasmus e Mobilidade:
Genwa Hassan e Francisca Canhoto

Departamento de Apoio ao Estudante:
João Dias

Departamento de Projetos e Iniciativas:
Nada El-Majri e Margarida Hugobaldo

Representante de Mestrado:
Simão Santiago

  

 

A toda a comunidade académica do Instituto:

Desde o primeiro momento em que somos IEPianos, o Instituto, com um ensino de excelência e professores que se “apresentam como alunos” e que nos fazem questionar tudo aquilo que achávamos ter certeza, faz-nos sentir em casa e recebe-nos como estudantes, cidadãos conscientes e futuros líderes.

Neste novo mundo marcado pela pandemia e expectativas do futuro, a AAIEP assume o papel fundamental, senão o dever moral e reputacional, de ser o exemplo na conduta e na condução de uma vida académica e associativa dinâmica, honesta e honrada. Afinal de contas, a formação humana não se esgota, nunca, nas salas da universidade.